sexta-feira, 27 de maio de 2011

Fim do Livro - Percy Jackson - A maldição do Titã

Capa do Livro
Um dos mais legais que li da saga Percy Jackson, senti falta do meio irmão ciclope neste livro, não curto muito o Bode(Grover)... o final me deixou meio assim, esperava mais de Thalia junto a Percy, esperava mais desta parceria porque um sendo filho de Poseidon e ela filha de Zeus.

O legal é ter aparecido o representante do mundo inferior, des do primeiro livro sinto saudades do Inferno e do exército de Hades.

Mortes e profecias cumpridas, realmente ficou legal o terceiro, o Exército de Luke crescendo, ele ganhando traços cada vez mais malignos e marcantes, já estou ficando meio triste pois antes faltava 3 livros agora só falta 1 e meio na verdade, estou quase na metade da Batalha no Labirinto, até domingo creio que chego na metade deste que é o quarto.

Voltando ao livro curti bastante a viajem dos personagens, principalmente a parte em que Thalia curte White Stripes no carro, a canção que pensei quando, Percy sitou o que eles estavam escutando, foi logo Rag Bone, mas sei que na pratica deveria ser Seven Nation Army.

Annabeth
A claro senti uma puta falta de Annabeth, porra!!!!, tipo ficou estilo o Potter sem Hermione, treta D+... Mais pelo que pude observar ela voltou com a corda toda neste 4 livro, mais isto não vem ao caso agora... 



Na minha humilde opinião o destaque maior ficou na festa e reunião dos deuses, que eu citei no poste anterior, Dionísio fazendo a festa acontecer foi muito engraçado, e o melhor é que o autor a cada livro sempre lembra um deus do Olimpo e detalha algo como personagem e características.

Artistas dos Filmes Ladrão De Raios  
No geral dou uns 7,7 para a Maldição do Titã.
  
    

terça-feira, 24 de maio de 2011

Trecho do livro Percy Jackson e a Maldição do Titã Saga

Bem em primeiro lugar queria postar um trecho do livro... Simplesmente fala sobre um congresso dos deuses.
Devo terminar o livro hoje....

Trecho...

Voar era suficientemente ruim para um filho de Poseidon, mas voar direto para o palácio de Zeus, com trovões e relâmpagos rodopiando em volta, era ainda pior.

Nós circulamos sobre o centro de Manhattan, fazendo uma órbita completa em torno do Monte Olimpo.

Eu estivera lá apenas uma vez, viajando de elevador até o secreto sexcentésimo andar do edifício Empire State.

Dessa vez, se possível, o Olimpo me fascinou ainda mais.

Na escuridão do começo da manhã, tochas e fogueiras faziam os palácios da encosta da montanha reluzirem em vinte cores diferentes, de vermelho sangue a azul índigo.

Aparentemente, ninguém dormia no Olimpo. As ruas retorcidas estavam cheias de semideuses, espíritos da natureza, e deuses menores fazendo alvoroço, montando carruagens ou liteiras carregadas por ciclopes. O inverno parecia não existir aqui. Capturei o aroma de jardins em plena florescência, jasmins, rosas e coisas ainda mais doces que eu não sabia o nome. Música flutuava vinda de várias janelas, os sons suaves de liras e flautas de bambu.

Elevando-se no pico da montanha estava o mais grandioso palácio de todos, o reluzente
salão branco dos deuses.

E então, lado a lado, entramos na sala do trono.

Doze enormes tronos faziam um U em volta da lareira central, como o posicionamento dos chalés no acampamento.

O teto acima brilhava com constelações.

Todos os assentos estavam ocupados. Cada deus e deusa tinha cerca de cinco metros.

Bem-vindos, heróis,” Ártemis disse.

Grover estava se ajoelhando perante o trono de Zeus, como se tivesse acabado de dar um relatório, mas quando nos viu, ele gritou, “Vocês conseguiram!”

Ele começou a correr em minha direção, então se lembrou que estava dando as costas para Zeus, e olhou pedindo permissão.

Pode ir,” Zeus disse. Mas ele não estava realmente prestando atenção em Grover. O lorde do céu estava encarando atentamente Thalia.

Olhei nervosamente para meu pai, Poseidon. Ele estava vestido de forma parecida com a última vez que eu o vira: bermuda de praia, uma camiseta havaiana e sandálias. Ele tinha o rosto ressecado e bronzeado com uma barba escura e profundos olhos verdes. Eu não tinha certeza de como ele se sentiria me vendo de novo, mas os cantos de seus olhos enrugaram com linhas de sorriso. Ele acenou com a cabeça como se fosse dizer Está tudo bem.

Heróis,” Ártemis chamou.

A deusa deslizou de seu trono e adquiriu tamanho humano, uma jovem garota de cabelo castanho avermelhado, perfeitamente sossegada em meio aos gigantes Olimpianos. Ela andou em nossa direção, suas roupas prateadas cintilando. Não havia emoção em seu rosto. Ela parecia caminhar em uma coluna de luar.

O Conselho foi informado dos seus feitos,” Ártemis nos disse. “Eles sabem que o Monte Ótris está se erguendo no Oeste. Eles sabem da tentativa de libertação de Atlas, e dos exércitos reunidos de Cronos. Votamos por agir.”

Houve um balbuciar e conversas confusas entre os deuses, como se eles não estivessem todos muito felizes com este plano, mas ninguém protestou.

Ao comando de meu Lorde Zeus,” Ártemis disse, “meu irmão Apolo e eu devemos caçar os mais poderosos monstros, buscando atacá-los antes que eles se unam à causa dos Titãs.

Lady Atena deve checar pessoalmente os outros Titãs para ter certeza de que eles não escapem de suas diversas prisões. Lorde Poseidon obteve permissão para liberar toda sua fúria no navio de cruzeiro Princesa Andrômeda e mandá-lo para o fundo do mar. E quanto a vocês, meus heróis...”

Ela se virou para encarar os outros imortais. “Estes meio-sangues prestaram um ótimo serviço para o Olimpo. Alguém aqui negaria isso?”

Ela olhou em volta para os deuses reunidos, encontrando as faces deles individualmente. Zeus em seu escuro terno risca de giz, sua barba preta limpamente aparada, e seus olhos faiscando com energia. Ao seu lado se sentava uma bela mulher com cabelo prateado trançado sobre um ombro e um vestido que cintilava cores parecidas com as das penas de pavão. A Lady Hera.

À direita de Zeus, meu pai Poseidon. Ao lado dele, uma grande massa que era um homem com a perna em um suporte de aço, uma cabeça disforme, uma selvagem barba castanha, fogo tremeluzindo através de suas suíças. O Lorde das Forjas, Hefesto.

Hermes piscou para mim. Ele estava vestindo um terno empresarial hoje, checando mensagens em seu celular caduceu.

Apolo estava inclinado para trás em seu trono dourado usando seus óculos escuros. Ele estava usando fones de iPod, então eu não tinha certeza se ele ao menos estava escutando, mas ele levantou o polegar para mim.

Dioniso parecia entediado, enrolando uma vinha entre os dedos.

E Ares, bem, ele estava sentado em seu trono de cromo e couro olhando ameaçadoramente para mim enquanto afiava uma faca.

No lado feminino da sala do trono, uma deusa de cabelos escuros em roupas verdes sentava-se ao lado de Hera em um trono tecido com ramos de macieira. Deméter, Deusa da Colheita.

Ao lado dela se sentava uma bonita mulher de olhos cinzas em um elegante vestido branco. Ela só podia ser a mãe de Annabeth, Atena.

Então lá estava Afrodite, que sorria para mim de propósito e me fez enrubescer contra a minha vontade.

Todos os Olimpianos em um só lugar. Tanto poder nesta sala, era um milagre que o palácio inteiro não explodisse.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

O Resgate de Um Campeão

Esses dias ai, assisti um filme muito interessante e diferente, embalado pelos meus treinos de boxe, baixei este filme da Sinopse Abaixo.


Sinopse o Resgate de um Campeão
O repórter esportivo Erik salva um sem-teto e acredita que ele seja Bob Satterfield, uma lenda do boxe, que todos acreditavam estar morto. Assim, surge para o jovem a oportunidade de uma grande matéria, resgatando a história de um campeão. Esta jornada do ambicioso repórter transforma-se em uma viagem pessoal, na qual ele reexaminará sua própria vida e seu relacionamento com a família.
Ano 2007


O mais legal do filme são os movimentos de boxe, feito pelo personagem de Samuel L Jackson,  o destaque é que o " Campeão" já é idoso mas os seus movimentos ainda são surpreendentes, e dinâmicos e o melhor com direito a nokout.


Trailer 

Solta o grito ? Não foi dessa vez =T...

Primeiramente queria dar parabéns ao Timão, com esse time que temos eu não colocava fé...

Mas me surpreendi com o desempenho, precisamos agora levantar sacudir a poeira e da a volta por cima. 

Vamos ver as contratações que estão por vir, e torcer... 

Para os outros parabéns!!!! 


Campeões Estaduais 2011 
Asa(AL)
Santos (SP)
Flamengo(RJ)
Internacional (RS)
Cruzeiro (MG)
Atlético-Go (GO)
Bahia de Feira (BA)
Brasiliense (DF)
Ceará (CE)
Cuiabá (MT)
Santa Cruz (PE)
ABC (RN)
Chapecoense (SC)

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Fringe!!!!


A um tempo estou atrás de um seriado novo, afinal as séries que eu mais gosto estão chegando ao fim como House e Smallville e Dexter e algumas que já chegaram como Lost e Prision Brake... Quase fiquei em um mato sem cachorro.


Mas uma luz me foi concebida, em um comercial de TV da Warner, eu vi que um personagem de uma série que eu nunca tinha visto, do nada ficou imortal Oo...


Isso mexeu com os meus nervos, como assim imortal? Ai baixei o primeiro Fringe. Muitos falam que lembra Arquivo X, mas eu nem sei o que é Arquivo X, quando passava esse seriado eu via Cavaleiros do Zodiaco, mais o gozado é que eu ainda assisto CDZ Oo, bem isso é irrelevante.


Sobre a série ainda estou no 13° Capitulo tem umas paradas meio clichê que lembra outros seriados como Heroes e Csi o bom é que a ciência e a física fazem a diferença nas ocorrências policiais da série.
Sobre os personagens eu destaco o eX- Dawson's Creek Joshua Jackson, em Fringe ele vem mais uma vez como o malandro da historia, em Dawson's ele passava esta mesma imagem, isso claro até aonde e assisti que foi na quinta temporada.



Outro ator bacana que eu não sei da onde veio, e neste caso nem pesquisei net =s, é o doutor da série, ele tipo que desvenda os mistérios. Ele dentro da historia do fringe tem uma personalidade perturbada devido ao fato dele ter ficado 17 anos internado em um manicomio e tals, isso da um como posso dizer “Chan” na historia.


Ao chegar no 13° Capitulo sinto falta de um atrativo maior, algo mais chamativo pois o ritmo esta meio pacato D+
Acredito que finalizando a primeira temporada deve mehorar... 

Haaaa sim, a respeito da “Olivian Danan FBI” chamo ela assim porque todo capitulo ela fala isso, ai quando penso Olivia Danan já pensso FBI ahuahuahua, bem voltando ao assunto, ela é meio sem sal nem açúcar lembra as investigadoras de outras séries como a mulher de Cold Case.


Falta acho que um “Chan” nela também.

A minha nota por enquanto é de 7,5, se num melhorar vou assistir V que o meu Brother Danilo recomendo. 

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Não queria tocar no assunto mais é um recorde =O 24 Vitórias.....


Coritiba e Palmeiras tinham o mesmo sentimento antes do duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil: seria o desafio do ano para os dois lados. Mas parece que só o Coritiba levou essa motivação a campo. Em uma das melhores atuações coletivas de uma equipe em 2011, o Coxa atropelou o Verdão na noite desta quinta-feira, no Couto Pereira: 6 a 0, vitória incontestável. Do outro lado, um perdido e apático Palmeiras, na sua pior apresentação da temporada, viu a classificação para a semifinal da Copa do Brasil ficar longe

Tranquilo, tranquilo, o Coritiba vai ao Pacaembu na próxima quarta-feira, às 21h50m, podendo perder por até cinco gols de diferença para se garantir na semi. Com a goleada, já são 24 vitórias seguidas em 2011 - recorde nacional, cada vez mais consolidado. O time de Marcelo Oliveira mostrou ao Brasil as virtudes que fizeram do Coxa o campeão estadual invicto no Paraná.


Haahahahaha Xupa Palmeiras!!!!

quinta-feira, 5 de maio de 2011

O Corinthias não esta mais sozinho...

Eliminados!!!!


Todo mundo deu risada do Corinthias, 
agora chegou a nossa  vez de rir. 
Chupaaa! 
Ser eliminado antes ou depois da na mesma, 
Cruzeiro melhor campanha na primeira faze e dai ? 
Chupaaaa!